Programa Casa Eficiente 2020
CASA EFICIENTE 2020

Todos os privados, sejam particulares, empresas ou condomínio, podem ter acesso aos 200 milhões de euros disponibilizados através do programa "Casa Eficiente", apresentado esta sexta-feira pelo Governo.

“Casa Eficiente 2020” – terá um financiamento de 200 milhões de euros para o período de 2018 a 2021 e visa tornar as casas portuguesas mais acolhedoras e eficientes. 

O Programa foi apresentado por Pedro Marques, ministro do Planeamento e das Infraestruturas, durante a sessão de apresentação do programa, na sexta-feira (13 de abril), na qual também participaram João Pedro Matos Fernandes, ministro do Ambiente, e Ana Pinho, secretária de Estado da Habitação.

 “A estimativa das 12.000 habitações decorre de um valor médio de intervenção na ordem dos 12.500, 13.000 euros por habitação. O mais importante é que não há restrições” em termos geográficos, alertou Pedro Marques, salientando que o programa, por não estar integrado em áreas de reabilitação, “pode chegar a muito mais gente, a todo o território nacional”.

 O governante salientou também o facto de todas as pessoas se poderem candidatar, quer vivam num apartamento, numa moradia ou num condomínio. Também as empresas proprietárias de edifícios destinados a fins habitacionais podem concorrer ao programa.

 “Vamos apoiar a melhoria da eficiência energética e hídrica das habitações particulares individualmente consideradas”, referiu o ministro do Planeamento e das Infraestruturas. “São famílias, casa a casa, que precisam de melhorar as condições das janelas, dos eletrodomésticos, do reaproveitamento de águas, dos painéis solares etc.”, acrescentou.

Como funciona?

Os interessados a concorrer vão poder simular no site criado para o efeito – o “Casa Eficiente 2020” – quanto custará fazer as obras que consideram ser necessárias para tornar a sua casa mais eficiente. Têm para isso de escolher a empresa que fará os trabalhos, a partir de uma lista que consta no portal. Recebem depois uma declaração “Casa Eficiente 2020” com a qual tratam no banco do financiamento. Este será concedido com condições mais favoráveis que os tradicionais créditos ao consumo.

Autor: oliveiros grupo
Fonte: interna
Segunda-feira, 16 de Abril de 2018 - 13:49:20

Notícias relacionadas
17-07-2017: Oferta de Emprego
Comentar Imprimir  |   Voltar...
desenvolvido por aznegocios.pt